A luta é pela defesa da água

A luta é pela defesa da água

A agenda neoliberal do golpista Michel Temer (MDB) está entregando ao mercado internacional de bandeja as estatais (Petrobrás, Eletrobrás, Embraer). E também pretende privatizar os nossos recursos naturais. Grandes grupos empresariais orquestram um plano de privatização completa da água. O Brasil está no centro da disputa já que possui em seu território uma das maiores reservas do planeta, com cerca de 12% de toda a água doce disponível. Durante o Fórum Econômico Mundial 2018, realizado em janeiro, na Suíça, o golpista Temer se encontrou com executivos da Ambev e da Coca-Cola, e participou de um debate com o presidente do Conselho da Nestlé. A ideia dos executivos é criar um mercado internacional de compra e venda de água, com produção em larga escala por entes privados e negociações em bolsas de valores.

Contra essa ameaça do governo golpista, movimentos sociais, sindical, povos e comunidades tradicionais, organizações da sociedade civil, ecologistas e acadêmicos vão se reunir em Brasília, de 17 a 22 de março, para debater e organizar a luta para o próximo período em resistência às corporações e governos que querem privatizar a água.  O Fórum Mundial da Água (FAMA) acontece em paralelo e em contrapartida ao Fórum das Transnacionais patrocinado por empresas como a Nestle, Ambev, além do governo do Estado de São Paulo (PSDB) e governo Temer (MDB).

A luta é pela defesa da água e contra o plano de privatização do setor de saneamento que só prejudica a população. O plano em curso desde 2017 ameaça piorar a qualidade do serviço, precarizar as condições de trabalho e aumentar o custo para a população. O acesso à água e saneamento básico é um direito de todos que não pode ser condicionado pela obtenção de lucro. No último período o setor de saneamento tem resistido fortemente aos processos municipais de privatização, mas esta luta não pode ser isolada, a defesa do saneamento público é de todos. Saiba mais no site www.fama2018.org

Leia aqui o especial sobre a luta pela água.

Fonte: Brasil de Fato

e-max.it: your social media marketing partner